Visão global e pessoal, sobre temas da actualidade Nacional.
publicado por João Ricardo Lopes | Quinta-feira, 12 Novembro , 2009, 21:03
Diz-se com muita propriedade que a tradição já não é o que era. Pensando bem, temos de concordar. No passado dia 11, celebrou-se mais um di de S. Martinho. Dia a lenda que num dia chuvoso e frio, Martinho, bravo soldado romano, ao ver no seu caminho um pobre encharcado e com frio, desceu do seu cavalo, retirou a sua capa e com a espada cortou-a ao meio dando metade ao pobre mendigo. Continuou a sua viagem e eis que de repente, a chuva parou e o sol começou a brilhar com intensidade, aquecendo o dia frio e invernoso. Ao longo dos anos o acontecimento manteve a sua força e tornou-se lenda. Estava-se em Novembro, época fria, prenúncio de inverno. Por se tratar do Outono, período por norma chuvoso e frio, passou-se associar o período de paragem das chuvas e diminuição do frio ao facto ocorrido entre Martinho e o mendigo. denominando-se até hoje esse período como "Verão de S. Martinho". Não sei, e julgo que poucos saberão, se este facto foi ou não verídico. O certo é que perdura no tempo e que, apesar de hoje os hábitos serem outros e diferenciados,há muita gente que procura manter viva essa a lenda. por coincidência, esta é uma época de castanhas, vinho novo e que também se mata o "porquinho" que tão arduamente foi sendo engordado ao longo de meses.No S. Martinho, vai-se a adega, prova-se o vinho e mata-se o porquinho!Há tradições que se devem manter, por muito que isso custe.

João Ricardo Lopes - Abraveses/Viseu 

 


mais sobre mim
Novembro 2009
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
13
14

16
17
19
20
21

23
24
25
26
27
28

29
30


pesquisar neste blog
 
blogs SAPO