Visão global e pessoal, sobre temas da actualidade Nacional.
publicado por João Ricardo Lopes | Quarta-feira, 09 Novembro , 2011, 11:39

Escrevi na passada 5ª feira, 27 de Outubro, que a euforia à volta do acordo alcançado na cimeira europeia, a eufórica recuperação dos mercados, o contentamento de muitos políticos e figuras da área financeira, eram pura ilusão. Ontem, 6ª feira (28 de Outubro) confirmei os meus piores receios.

Bastou um gesto simples. Bastou ligar e manter ligado o rádio. Tudo voltou ao "normal"!

Os mercados, analisando talvez com mais pormenor e atenção, recuaram da euforia, da pseudo recuperação. As bolsas fecharam em baixa e o sector bancário, o mesmo para quem foi especialmente dirigida a atuação política, para quem foi criado o acordo, foi o mais penalizado. Os políticos, esses otimistas de profissão mas sem convicção nas ações, já dizem agora que: «afinal as coisas podem não ser bem assim...que ainda não estão resolvidas...» . No sector financeiro, o que na 5ª feira era certo, correcto, bom,verdade... passou a ser na sexta, logo pela manhã, incerto, incorrecto,mal, in-verdade... Enfim!

Não sendo. Não tendo peso literário. Sendo apenas e só mais um rosto na multidão de apreensivos constato, não com alegria mas com redobrada preocupação que...tinha razão!

Quem ficou mal na fotografia? Merkel, Sarcozy, UE...

Quem ficou a rir às gargalhadas? O Governo Grego. Não a Grécia. Mas o governo que deixará de o ser...estou certo
Saiu por cima, quem viu legitimada a fraude e as más e falsas informações. Saiu por cima, quem viu legitimada todas e quaisquer atitudes semelhantes no futuro. Saiu por cima, quem  como o sector bancário, viu serem criados mais uma vez mecanismos de protecção e apoio. Que viu defendidas as suas posições no mundo do risco financeiro.

Mais uma vez, saíram prejudicados os contribuintes. Os que compões a força de trabalho. Os são, em suma, a mola de qualquer economia...os trabalhadores!

Aqueles que vêm  uma e outra vez, os seu parcos rendimentos serem reduzidos, subtraídos, espoliados.

Aqueles que uma e outra vez, são chamados a suprir e colmatar o erros daqueles em quem confiaram e que, supostamente, deveriam tudo fazer para dignificar a vida de todos e de cada um!

mais sobre mim
Novembro 2011
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
17
18
19

21
23
24
25
26

27
28
29
30


pesquisar neste blog
 
blogs SAPO